Participação da Comunidade

comunidadeA inclusão social, cultural e esportiva não é dever exclusivo do Estado. A sociedade organizada tem papel fundamental, em que cada cidadão deve contribuir fazendo a sua parte no processo. Todos precisam atuar em parceria, em conjunto, de maneira a criar condições para que a inclusão social aconteça.

O projeto age de forma a prevenir e apaziguar os problemas de uma sociedade, na qual poucas ações já fazem muita diferença na vida de pessoas cujo ambiente em que vivem só faria com que partissem para a marginalidade. Crianças cujo futuro seria nebuloso e conturbado são trazidas a um ambiente saudável, mostrando a elas um futuro promissor, dando a oportunidade de serem valorizadas como seres humanos.

Como exemplo de engajamento da comunidade podemos citar a participação ativa de Maria Conceição Pereira de Sousa, mãe de Emanuelly Pereira de Sousa Lima, atleta do projeto desde 2009, que em 2013, aos 8 anos de idade, participou do campeonato brasileiro realizado em Porto Alegre, no qual conquistou uma medalha de ouro e uma de prata.

Em 2014, obteve uma medalha de prata no campeonato brasileiro em Brasília. Maria Conceição desenvolve um trabalho relevante de voluntariado em todas as atividades em prol do projeto, mas também é um anjo da guarda que estende seu olhar cuidadoso a outras crianças que necessitam de uma palavra e um olhar mais abrangentes. Acompanha ativamente o desenvolvimento esportivo e formativo da filha, e em contrapartida auxilia nos trabalhos administrativos necessários.

Back to Top